Archive for the Outra Category

Feliz Natal

Posted in Outra on 29 dezembro, 2016 by Bruno Brasil

natal“Ela dará a luz um filho, e você deverá dar-lhe o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.” (Mateus 1.21)

O que é o Natal pra você?

Pensar em Natal é lembrar das festas, dos presentes e das muitas alegrias envolvidas nesse dia.

As celebrações de final de ano nos oferece uma pausa ao ano geralmente intenso e agitado. Nos trazem alegrias pelas conquistas e os votos para um ano novo de muitas realizações.

Ter a oportunidade de viver cada uma dessas coisas é maravilhoso, porém tudo isso precisa vir acompanhado do verdadeiro e mais puro significado do Natal. JESUS!

Por isso, é tempo de celebrar JESUS!

É tempo de agradecê-Lo!
É tempo de recordar!
É tempo de reconhecer os nossos pecados!
É tempo de dizer basta!
É tempo de crer somente n’Ele!
É tempo de Salvação!
É tempo de uma nova vida!
É tempo de uma viva esperança!

Ainda há tempo!

Feliz Natal!

Que o Senhor te abençoe e te guarde!

Posted in Outra on 14 novembro, 2016 by Bruno Brasil

Num mundo caído, com tanto sofrimento, o conforto só deve ser visto como uma estação de renovo ou como condição para servir melhor, porém, jamais como fim em si mesmo!

Andar com Deus

Posted in Outra on 20 maio, 2015 by Bruno Brasil

andar-com-Deus-e-andar-no-espírito2“Enoque andou com Deus; e já não foi encontrado, pois Deus o havia arrebatado” Gn. 5.24

Pela fé Enoque foi arrebatado, de modo que não experimentou a morte; “e já não foi encontrado, porque Deus o havia arrebatado”, pois antes de ser arrebatado recebeu testemunho de que tinha agradado a Deus. Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam. Hb. 11.5,6

Introdução:

O capítulo 5 do Gênesis traz o registro da genealogia de Adão, a partir de Sete como o substituto de Abel que viria a ser a descendência do Messias. Neste registro o autor faz uma pausa onde afirma a caminhada de Enoque com Deus. Encerra aqui o breve comentário a respeito deste que viria a ser incluído na galeria dos heróis da fé.

Sem biografia, sem história nas escrituras, e mesmo com a citação de Judas (14) para uma profecia dele, seus textos não participam de uma literatura inspirada.

No entanto, este Enoque nos fala de algo muito precioso e que foi a marca de sua vida. O testemunho recebido por Deus de alguém que andou com Ele.

Você tem andado com Deus?

Esta breve referência da vida de Enoque nos faz perceber pelo menos duas verdades importantes:

1) Que uma vida de fé não pressupõe notoriedade

Enoque tem seu nome aliado a fé junto de outros que tiveram histórias marcantes nas Escrituras. Seu testemunho foi a marca de alguém que Deus o chamou pra si. O mundo não era digno dele.

Uma pessoa que anda com Deus sempre será mais notada por Ele.

Muitos falam de Deus, mas não vivem com Ele. Vivem como se fossem amigos de qualquer um, menos de Deus.
Prova disso é a referência de Jesus sobre oração aos hipócritas no sermão do monte.

“E quando vocês orarem, não sejam como os hipócritas. Eles gostam de ficar orando em pé nas sinagogas e nas esquinas, a fim de serem vistos pelos outros. Eu lhes asseguro que eles já receberam sua plena recompensa. Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está em secreto. Então seu Pai, que vê em secreto, o recompensará.” Mt. 6.5,6

É no secreto da vida que escondem os segredos do coração e assim há maior intimidade com Deus.

2) Que uma vida de fé implica em relacionamento com Deus

A fé que Enoque carregava era mais que certeza, era um relacionamento com Deus. Era o resultado de uma entrega da vida a Deus.

Aprendemos com Enoque que fé implica em relacionamento, intimidade, experiência com Deus. O texto nos diz que ele recebera testemunho de que tinha agradado a Deus. E um bom testemunho só é possível a partir de relacionamento.

Buscar a certeza do que se espera e a prova do que se não vê sem uma caminhada com Deus será uma busca em vão, uma tentativa de produzir fé a partir de si mesmo, e que tornará sempre frustrante, ainda mais se esta busca for apenas com o intuito de se obter algo e não como resultado de entrega.

Vamos lembrar a experiência de Pedro ao andar sobre as águas:

“Senhor, disse Pedro, se és tu, manda-me ir ao teu encontro por sobre as águas. Venha, respondeu ele. Então Pedro saiu do barco, andou sobre as águas e foi na direção de Jesus. Mas quando reparou no vento, ficou com medo e, começando a afundar, gritou: Senhor, salva-me! Imediatamente Jesus estendeu a mão e o segurou. E disse: Homem de pequena fé, por que você duvidou?” Mt. 14.28-31

Ao tirar os olhos de Jesus, Pedro começa a afundar, ou seja, quando nos entregamos às circunstâncias a fé se apequena, porque só é possível obter fé a partir de um relacionamento com Ele.

E é no relacionamento com Deus que recebemos um bom testemunho d’Ele.

Conclusão:

Andar com Deus é deixá-lo fazer parte de todos os momentos de sua vida, dos mais simples aos mais complexos, dos mais alegres aos mais tristes, das certezas e das incertezas.

O amor de Deus implicou em ofertar Jesus. O Emanuel, o Deus conosco. A promessa que eles esperavam chegou a nós. O Cristo, o unigênito do Pai, cheio de graça e verdade.

Andar com Deus portanto, é crer e testemunhar do Messias, vivendo em sintonia com Ele.

“[…] Desta forma sabemos que estamos nele: aquele que afirma que permanece nele, deve andar como ele andou.” I Jo. 5b,6

Enoque andou com Deus e teve seu nome registrado na galeria dos heróis da fé.

Ele pode não ter tido muito sucesso aos homens, mas teve seu testemunho assegurado por Deus.
Sua caminhada com Deus encheu sua vida de Fé!

E você, tem andado com Deus?

Bruno Brasil

Vaso de barro

Posted in Oração, Outra on 25 novembro, 2013 by Bruno Brasil

vasodebarro

A gente deseja falar e fazer tanta coisa, mas o Evangelho não nos deixa.

É estranho, mas me sinto como se não estivesse acreditando em algumas coisas …

Perguntas surgem a todo momento, mas as respostas não vem e quando achamos que ela vem para resolver de vez, surgem mais perguntas.

Que difícil é caminhar buscando levar uma vida que agrade ao Senhor e corresponda com o Evangelho.

Quero bálsamo para alma, alívio ao coração e uma mente lúcida que não me faz negociar valores, mas também que se disponha à mudanças quando o que se tem são as direções de Deus.

Que direções!?

Pois é Deus! Quero aprender na tua palavra o sentido da sabedoria, do discernimento e do equilíbrio para a vocação que tu tens me chamado.

Me ajude Senhor, a valorizar sempre o que é justo e verdadeiro.

Quero continuar sendo um sinal profético onde o Senhor me colocar, tendo coerência no meu discurso e principalmente na minha vida, mas não quero que minhas reivindicações sejam para mim, mas para aqueles que precisam de alguém que os represente.

Confesso meu Pai que não é fácil ter essa responsabilidade, pois de um lado tenho a certeza das palavras, mas de outro não posso esquecer que sou feito de barro.

Mesmo sem as respostas, agradeço Senhor pela oportunidade de participar de modo tímido do seu sofrimento.

Continue me ensinando neste caminho sobremodo excelente!

Faz-me de novo sempre que possível…
Como barro nas mãos do Oleiro.

Em lágrimas.
Bruno Brasil

Sem CONVERSÃO não há “COИVƎЯSÃO”!

Posted in Devocionais, Outra with tags , , on 9 julho, 2013 by Bruno Brasil

Imagem

Israelitas, ouçam a palavra do Senhor, porque o Senhor tem uma acusação contra vocês que vivem nesta terra:

A fidelidade e o amor desapareceram desta terra, como também o conhecimento de Deus. Só se vêem maldição, mentira e assassinatos, roubo e mais roubo, adultério e mais adultério; ultrapassam todos os limites! E o derramamento de sangue é constante. Oséias. 4.1,2

O Senhor tinha grande acusação contra Israel a começar pelos sacerdotes.
A fidelidade, o amor e o conhecimento de Deus já não estava entre os anseios do povo. Por conta disso abre-se uma porta para diversos tipos de iniquidades.

Penso não ser diferente nos dias de hoje.

Mas a pergunta que fica é a seguinte:
Se tudo procede da fidelidade, do amor e do conhecimento de Deus creio que não há outra alternativa a não ser voltar a estes princípios.

Assim, a oração e o engajamento prático da Igreja se torna ainda mais importante do que a busca por uma justiça as vezes ainda desconhecida pelos seus governantes.

Sim! Afinal como propor justiça aos outros se esta passa pelo conhecimento de Deus?

Conhecer a Deus é antes de tudo uma experiência existencial.
Sem experiência existencial o modus operandi da justiça na esfera coletiva fica comprometido.

Assim, pego carona no discurso do salmista:

“Como é feliz a nação que tem o Senhor como Deus, o povo que ele escolheu para lhe pertencer!” Sl. 33.12

Sem fidelidade não há parâmetros para execução da justiça!
Sem amor não há base para se sustentar nada!
Sem conhecimento de Deus não há oportunidade de conversão de valores e princípios!

Portanto, cabe a nós como Igreja de Cristo fazer uma conversão pra dentro de nós segundo estes princípios do amor, da fidelidade e do conhecimento de Deus.

E sendo assim, propor uma agenda de dentro pra fora, onde a Igreja seja o canal profético e prático para a denúncia dos desvios desta nação.

Que o Senhor nos abençoe.

Bruno Brasil

Para glória de Deus!

Posted in Devocionais, Outra on 8 julho, 2013 by Bruno Brasil

cego_fariseu2

Pela segunda vez, chamaram (os fariseus) o homem que fora cego e lhe disseram: “Para glória de Deus, diga a verdade. Sabemos que esse homem é pecador”. Ele respondeu: “Não sei se ele é pecador ou não. Uma coisa sei: eu era cego e agora vejo!” Jo. 9.24,25

Para glória de Deus os fariseus desejavam não serem contrariados…
Para glória de Deus os fariseus queriam enxergar Deus com as lentes da religião…
Para glória de Deus os fariseus preferiram enxergar o pecado que não existia do que o milagre a frente dos seus olhos…
Para glória de Deus os fariseus achavam que tinham posse de toda a verdade…
Para glória de Deus os fariseus não aceitaram a exortação…

Para glória de Deus….ou será dos fariseus!?

Não sei se a glória é de Deus ou dos fariseus. Uma coisa sei: Para glória de Deus, livra-me Senhor de apontar para o fariseu “a glória” que as vezes insiste em ser minha também!

Abra Senhor os meus olhos para que eu possa ver!

Bruno Brasil

A porta continua estreita!

Posted in Outra on 7 março, 2012 by Bruno Brasil

Segue abaixo o link de um artigo que escrevi a quase cinco anos atrás e está no portal da Revista Ultimato.

Creio que continua valendo para os dias de hoje.

Boa leitura!

http://www.ultimato.com.br/comunidade-conteudo/a-porta-continua-estreita