Sobre as crianças e o Natal

cartao-de-natal-criancas_1042-101 (2)
As crianças possuem muitas coisas que a tornam singular:

Ela é a primeira a refletir no mundo aquilo que faz parte da sua realidade.

A criança carrega o potencial de ser uma árvore muito frutífera; como sementes, vai depender de como ela é regada e cultivada.

A criança é aquela que diz o que sente, mesmo que seja apenas com lágrimas e sorrisos.

Jamais roube o tempo da criança ser criança. Como dizia o sábio Salomão: “há tempo para todas as coisas…”

Invista com todos os recursos que você tem para que ela dê o seu melhor em cada estação de sua vida. Você, responsável, não se julgue incapaz ou com poucos recursos. O que as crianças precisam não são de grandes projetos, grandes presentes ou realizações. A criança precisa mesmo é de alguém que as ame e ande com ela por um caminho de vida, estabelecendo limites, mas valorizando o seu potencial.

Não deixe que as diferenças econômicas, de cor ou religião impeça nossas crianças de dar amor e serem solidárias.

Neste período que antecede o Natal, lembrar das palavras de Leonardo Boff são inspiradoras:

Ele diz: “Todo menino quer ser homem, todo homem quer ser rei, todo rei quer ser Deus. Só Deus quis ser menino”

Deus não evitou o caminho de sua própria criação. Antes se entregou por ela e fez o que ela não poderia fazer.

Sim! O todo poderoso se fez menino, se fez pobre, nasceu humilde. Preferiu os riscos da manjedoura ao invés das pompas do palácio.

Ele correu riscos por amor, afinal sem riscos não há amor e sem amor não há vida!

A chegada do Natal deve ser esse encontro com a vida, com as oportunidades, com os valores que fazem real sentido para nossa caminhada neste mundo.

Todo amor implica numa decisão e toda decisão implica em iniciativa.

Toda iniciativa custa algo, mas é no caminho da perseverança que abrimos os braços para a experiência que faz com que a vida seja vista com os olhos da esperança e não do desespero.

Neste Natal não troque sua presença que marca a vida das crianças por presentes que passam;

Neste Natal crie momentos para que sua criança se aproxime de outros familiares e assim fortaleça laços que são fundamentais em sua formação;

Neste Natal ensine sua criança a ser mais solidária;

Neste Natal não deixe que as preocupações, o sentimento de não ter conseguido o que esperava para o ano, roube de você a esperança para um 2018 melhor e mais humano;

Não tenha medo, nem vergonha de dizer a uma criança “Eu errei”. Pais, avós e ‘gente grande’ que nunca erram, subtraem das crianças o privilégio de reconhecerem suas fraquezas e acertarem.

Que neste Natal seja um tempo de agradecer e recordar.

Um tempo para se arrepender e crer.

Que seja tempo de salvação, de nova vida.

Que seja tempo da verdadeira e viva esperança.

Que neste Natal, a história de Jesus seja lembrada, mas também sentida em cada uma das histórias aqui, para que a vida em 2018 tenha mais Cristo e assim a fé, a humanidade e a solidariedade nos acompanhe.

Um feliz Natal e que o Senhor nos abençoe!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s