O perdão que vale a pena – (Salmo 32.1)

“Como é FELIZ aquele que tem suas transgressões perdoadas e seus pecados apagados!”

sangue_blogger

Qual a sensação de confessar um erro a alguém, a pessoa dizer perdoar, mas insistir em lembrar do seu erro?

É no mínimo frustrante, não é!?

É como carregar “antecedentes criminais”. Basta “puxar” a ficha para saber os erros que a pessoa cometeu no passado.

O sentimento de dívida em muitos casos ainda se faz presente, mesmo diante da confissão e pagamento da punição. E isso se tratando tanto de quando se ofende ou quando se é ofendido. Em ambos os casos, a mente recorda e ainda dá seus vereditos.

No entanto, a realidade divina, mesmo que não exime o homem das consequências do seu erro, ela oferece uma nova oportunidade para recomeçar.

E todos os que recebem esta oportunidade, são felizes, pois aprendem a não viverem mais para si, mas para Aquele que concede todo perdão e não lembra mais.

Por isso, ao errar, olhe para Cristo, confessando o seu erro, pois Ele levou sobre si a sua culpa para que hoje você tenha a chance de RECOMEÇAR

Que o Senhor te abençoe e te guarde!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: