Viver um sonho

andarcomdeus

Quais os sonhos você tem alimentado?
Que tipo de sonho faz você caminhar?
Sonhos de “ter” ou sonhos de “ser”?

É raro encontrarmos pessoas que dizem assim: “Sonho em ser mais amoroso!”, “Sonho em ser mais honesto!”, “Sonho em ser uma pessoa que transmita sabedoria diante dos homens!”.

Infelizmente o que vemos é a busca por uma satisfação a partir do “ter” e não do “ser”. As pessoas desejam ter alguma coisa para projetarem suas saídas, alegrias e esperanças, achando que tendo algo poderão desfrutar pra sempre daquilo. No entanto, depois de breve tempo a frustração aparece, pois buscaram uma esperança naquilo que é aparente e nem sempre carrega o valor que acreditamos.

Mas o fato é que todos nós temos sonhos.
Todos nós precisamos ter sonhos.
Todos nós vivemos por sonhos.

E se não temos sonhos já não vivemos, pois não há vida sem sonhos!

Já dizia o sábio Salomão:

“Quem está entre os vivos têm esperança; até um cachorro vivo é melhor do que um leão morto!” Ec. 9.4

Sonhos trazem esperança e a esperança deve nos ensinar a esperar.

E quando o sonho realmente traz a Esperança certa?

* Quando guardamos para o momento certo a partilha do que esperamos.

Isto porque, o sonho antes de ser compartilhado deve ser testado no tempo para saber se devemos continuar a esperar, e esta espera deve estar no Deus que é a nossa Esperança bendita e pelo qual todas as coisas devem ser submetidas.

Ninguém é obrigado a sonhar o seu sonho, mesmo quando é o próprio Deus colocando em seu coração. Cada pessoa tem sua relação com Deus e, não são obrigadas a entrarem no seu sonho com o mesmo entusiasmo que você tem.

* Quando os princípios do Reino de Deus estão dentro dos nossos sonhos.

Porque sonhamos? Para que sonhamos? A partir do que sonhamos?

São perguntas que devem nos fazer pensar se tais sonhos têm ou não a marca do Reino de Deus.

As vezes sonhamos apenas para si.
As vezes sonhamos em apenas ter.
As vezes sonhamos apenas a partir do que fazemos.

Estas não são boas perspectivas.

No Reino de Deus o chamado é para sonhar com os irmãos, onde a alegria de um se transforma na alegria de todos.
No Reino de Deus o chamado é para sonhar ser o que se não é e assim observar o que se tem.
No Reino de Deus o chamado é para andar com o coração cheio de fé na certeza que a realização do sonho não depende tanto do que se faz, mas do quanto se entrega.

Penso que algumas perguntas nos ajudam a entender isso melhor.

1ª O que tem impedido você de sonhar e ter esperança?

Em Romanos 4.18a Paulo diz: “Abraão, contra toda esperança, em esperança creu.”

Abraão entrou na galeria dos homens da fé, porque creu contra toda esperança!
Enoque também está nesta relação, porque andou com Deus durante 300 anos.

Fé, portanto, implica em andar com Deus!
É uma caminhada intensa, de renúncia, mas de muito descanso.
Quem consegue andar com Deus descansa no que Ele faz e faz com alegria o que deve ser feito.

“Dirige os meus passos, conforme a tua palavra; não permitas que nenhum pecado me domine.” Sl. 119.133

2) O que traz confiança que seu sonho transformará em realidade?

Em seguida Paulo diz que Abraão tinha uma certeza no coração “estando plenamente convencido de que ele era poderoso para cumprir o que havia prometido.” Rm. 4.21

É o Senhor que pode tornar possível todas as coisas. Acreditar no sonho achando que alguma coisa vai conspirar ao seu favor é depositar a confiança na própria sorte.
Fé implica em confiar em Deus acima do seu próprio sonho!
E quem enxerga Deus antes de enxergar os sonhos, consegue sonhar em segurança.

O segredo é estar em Cristo, caminhar com Ele e buscar uma vida que se satisfaça n’Ele!
Ou Ele confirmará seus sonhos, ou Ele colocará os sonhos d’Ele em você.

Afinal, estar na videira, é a garantia de vida e de esperança.

Jesus diz: “Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido.” Jo. 15.7

3) As circunstâncias dizem o que?

“nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança; a perseverança, um caráter aprovado; e o caráter aprovado, esperança. E a esperança não nos decepciona, porque Deus derramou seu amor e nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu.” Rm. 5.3b-5

A perseverança surge em meio a tribulação. É quando as circunstâncias são desfavoráveis que geralmente ocorre a dinâmica da fé. Pois temos a oportunidade de crer em meio ao caos.

Nesta caminhada cada “sim” à perseverança é uma experiência agregada, um caráter aprovado.
Ninguém que tendo um sonho, não persevera, é capaz de gozar dos benefícios dele. Aquilo que se constrói enquanto aguarda o sonho se realizar, cria condições para que você esteja preparado para receber o que espera.

Além disso, em nosso relacionamento com Deus, a experiência com Ele muitas vezes é provada quando insistimos em tê-lo com a gente.
A experiência de Jacó quando “luta” com Deus nos ajuda a entender um pouco disso. (Gn. 32.22-32)

Essa experiência nos dá condições de esperar com paciência, com uma esperança viva n’Ele, pois aquele que prometeu é muito maior que a promessa.

“Que o Deus da esperança os encha de toda alegria e paz, por sua confiança nele, para que vocês transbordem de esperança, pelo poder do Espírito Santo.” Rm. 15.13

Bruno Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: