Qual é a sua insegurança?

salmos-1213
Salmos 121

“Levanto os meus olhos para os montes e pergunto: De onde me vem o socorro?
O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra.
Ele não permitirá que você tropece; o seu protetor se manterá alerta, sim, o protetor de Israel não dormirá; ele está sempre alerta!
O Senhor é o seu protetor; como sombra que o protege, Ele está a sua direita.
De dia o sol não o ferirá, nem a lua, de noite.
O Senhor o protegerá de todo o mal, protegerá a sua vida.
O Senhor protegerá a sua saída e a sua chegada, desde agora para sempre.”

Interessante neste texto, que o salmista inicia com uma pergunta acerca do que ele próprio enxergava como necessidade, mas imediatamente ele mesmo oferece a resposta. Percebe-se num momento de dificuldade, mas sabe onde buscar o amparo necessário. Inicia com um apelo e logo após começa a discursar sobre o cuidado do Senhor ante a outro possível clamor por socorro.

O que me vem a princípio como reflexão neste texto é o fato de que sempre existirá a possibilidade de nos perguntar sobre a necessidade do nosso socorro ser atendido de alguma forma. Não importa se temos muito tempo no evangelho, se eventualmente passamos por momentos especiais no Reino ou até mesmo se cremos Nele e tendo a certeza de que não há outro caminho a seguir.

Sim! Não importa.

Mesmo que exista tudo isso estabelecido na mente e no coração, quem nunca se perguntou de onde viria o socorro em certas circunstâncias da vida?

Quem nunca se inquietou com a necessidade de se ter alguma resposta a fim de suprir uma demanda e não saber onde?

Quem nunca olhou para as perguntas circunstanciais e ficou pasmo com a falta de respostas aparentes?

Todos nós com a consciência da nossa humanidade e limitação é capaz de reconhecer quão frágeis somos e a dificuldade que temos as vezes de saber onde buscar as respostas. Não porque não sabemos, mas este saber muitas vezes se estaciona apenas na consciência e sem uma reflexão sincera daquele em quem se confia.

Por vezes enxergamos a Deus como uma divindade apenas e nos esquecemos de seus atributos, dos seus feitos e do seu cuidado demonstrado em nossa própria história.

Não é ruim fazermos perguntas, frutos de nossa inquietação, mas devemos deixar nosso coração aberto a fim de que Ele mesmo produza em nós a reflexão de quem Ele é e do que Ele faz com aqueles que mesmo com dúvidas e inquietações diversas, se abre a esta via de entendimento.

Ele faz todas as coisas e o salmista diz que estas não fogem do controle Dele para com os seus.

Este é um salmo de reflexão. É um confronto com as nossas inseguranças, mas um convite, a saber, quem é o Deus que fez todas as coisas e faz com que estas cooperem sempre a fim de trazer bem aos seus.

Ele nos protege, mesmo que as vezes nos encontramos sem chão!

Ele é a nossa segurança, mesmo quando tudo diz que não!

Ele é nosso socorro! Pois o que Ele faria de sua criação se não ofertar ela em favor dos seus?

Ele jamais deixará que você tropece, e mesmo que imagine que em tal momento você tenha debandado para algum lado, tenha certeza de que este fora apenas para reforçar sua compreensão a despeito da providência Dele para com aquilo que ele mesmo deseja que você receba enquanto caminha.

E quando possivelmente imaginamos que Ele dormiu, saiba que Ele apenas nos ofereceu condições a fim de que percebêssemos que tudo ainda continua no controle Dele. Mas geralmente quando isso acontece, já está na hora Dele se levantar e acalmar a tempestade.

Lembrou de algo?

Pois é! Ele é o Deus que faz com que a natureza caminhe em nosso favor!

Ele nos protegerá e nos permitirá caminhar seguros.

A chegada e a saída será constantemente guardada, afinal Ele é o Alfa e o Ômega.

Ele continua sendo o EU SOU!
E eu apenas perguntado… Quem sou eu Senhor, de onde me virá o socorro?

Que Deus nos abençoe.

Bruno Brasil,

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s